Brazil in the UK

Elza Soares launches new album at London Jazz Festival 2016

Elza Soares no show A Mulher do Fim do Mundo

One of the biggest brazilian divas, Elza Soares just announced a concert in London lauching her new album, The Woman at the End of the World, on 13th of November at Barbican Hall. Tickets on sale here.

Read more: 

 

Music runs through the heart of Brazil; in its carnival spirit; its vibrant mix of cultures; its clubs, streets and homes.

Ushering in a new wave of Brazilian music while honouring its history, Elza Soares has been a defining presence in Brazilian music since the 50s. Her husky voice took her from the favela to the clubs to being declared the best singer of the millennium by the BBC in 2000. Despite a difficult life, Soares has used her platform to give a voice to people on the margins of society.

On her latest album Soares has worked with musicians from the underground scene of Rio de Janeiro to produce a set of apocalyptic, 'dirty' Samba songs, continuing to break new ground musically and confront the reality of 21st century Brazil.

 

TOUR DATES:

 

ELZA SOARES with special guests (to be announced)
Sun 13 Nov, Barbican Hall, 7h30pm
with special guests to be announced.
Tickets: £17.50 - 25 (plus booking fee)

Britânicos irão às urnas para decidir se permanecem ou não na União Europeia; entenda o caso


Os britânicos irão às urnas, nesta quinta-feira(23), para decidir, via referendo popular, se permanecem ou não na União Europeia. É o chamado ‪#‎BREXIT‬.

Especialistas alertam para um possível "suicídio econômico" em caso de saída do bloco europeu (28 países). Profissionais da saúde alertam que boa parte do staff de médicos, enfermeiros e cuidadores são imigrantes qualificados e merecem mais respeito.

Voz ativa da campanha pela saída, Boris Johnson (ex-prefeito de Londres), encerrou o debate de ontem na BBC clamando pelo "Dia da Independência da Inglaterra" e repetiu o tempo todo o slogan "Take back control" ("retomar o controle da nação"), referindo-se às políticas conjuntas decididas em Bruxelas. Sadiq Khan (atual prefeito de Londres), por sua vez, o acusou de mudar de visão por oportunismo e por defender um "projeto de ódio".   

Leia mais:


Jo Cox (foto abaixo), deputada de esquerda, defensora de direitos humanos e dos refugiados Sírios, mãe de duas crianças, foi assassinada a sangue frio, na semana passada, por um lunático inglês que gritou no tribunal: "Morte aos traidores. Liberdade para a Inglaterra". A população ficou chocada, muitos mudaram os votos por conta do aumento da violência e do racismo na campanha dos que querem sair da UE.

Marido da deputada Jo Cox afirmou que "ela foi morta por causa dos seus ideais políticos"

O Reino Unido está mais dividido do que nunca. As últimas pesquisas mostram que 45% querem FICAR, 44% querem SAIR, 11% estão INDECISOS. O voto no UK não é obrigatório. Dizem que a decisão está nas mãos dos jovens.

A Escócia (que faz parte do Reino) quer ficar na UE, caso haja um Brexit vai ter campanha para deixar o Reino Unido (de novo). Alemanha e França já avisaram ao UK: "fora é fora". Ou seja, vão perder os acordos comerciais do bloco. Mas todos temem pela segurança por conta das ameaças do ISIS e cia, logo, em caso de Brexit, já se pensa em reforço do exército da UE com apoio da Inglaterra.

E, em resumo, ninguém quer a entrada da Turquia na UE (bote um boa dose de medo e duas de preconceito aqui), os imigrantes sofrem bullying e assédio moral diariamente nessa terra, apesar de serem o incansável motor que faz a roda-gigante girar.

Amanhã tem referendo. Se o UK sair da UE, quem perde? Os ingleses que trabalham fora, na "Europa" (que perderão o direito de livre circulação e trabalho), os britânicos que vivem na costa da Espanha (o país já avisou que terá reciprocidade), os jovens europeus que oferecem seu talento e buscam oportunidade de trabalho, a enorme classe trabalhadora beneficiada pela legislação trabalhista da UE, os direitos humanos conquistados pela UE no UK e a quinta maior economia global pode tremer.

E quem ganha com a saída? políticas para controle de migração para o UK, a burocracia nas empresas que terão que recontratar funcionários europeus e refazer acordos de comércio, a extrema-direita conservadora, a campanha anti-imigrante, o racismo, a xenofobia, o nacionalismo britânico, Nigel Farage e o seu nazi-partido UKIP. Veremos!


Novo por aqui? Siga a Eleven no Facebook . 

Bixiga 70 volta a Londres nesta semana e se prepara para invadir o Glastonbury

A Big Band instrumental paulistana Bixiga 70 está de volta a Londres depois do aclamado show de lançamento do terceiro album da carreira, III, que marcou a estreia da banda no Reino Unido, ocorrido em janeiro desse ano (ouça entrevista aqui).

Veja mais:


O grupo retorna à Inglaterra nesta quinta-feira, dia 23 de junho, e toca no Scala. Os ingressos ainda estão sendo vendidos a £15 (para adquirir os tickets, clique aqui). No dia seguinte, sexta, dia 24 de junho, a trupe do Bixiga segue para o principal festival de Pop e World Music da Inglaterra, Glastonbury, onde eles se apresentam às 1pm, no West Holts Stage (tickets, clique aqui).

Uma das principais vozes da música instrumental contemporânea brasileira, o coletivo formado por 10 músicos, vem realizando apresentações enérgicas, no Brasil e no exterior, revisitando a herança setentista do nigeriano Fela Kuti, adicionando temperos jamaicanos e brasileiros em suas canções autorais

Os  mais recentes trabalhos do Bixiga 70 são o elogiado disco III, que procedeu o segundo álbum do grupo (Ocupai) e lançamento recente do projeto ‘The Copan Connection: Bixiga 70 Meets Victor Rice’, com músicas da carreira em versão dub.

BIXIGA 70
Thursday, 23 June 2016, doors 19:30
Scala, 275 Pentonville Road, London N1 9NL

  • http://www.comono.co.uk/live/bixiga-70-2/
  • http://scala.co.uk/events/bixiga-70/
  • https://www.facebook.com/events/464907070362934/

Tickets: £15 in advance. Box office: 0844 477 1000
+ support from DJ Pilo Adami (Nubiyan Twist) whose set will mix his own love of Afrobeat with his deep love of Brazilian music

Friday, 24 June 2016, stage time 13:00-14:00 (West Holts Stage)
Glastonbury Festival, Worthy Farm, Pilton, Somerset
http://www.glastonburyfestivals.co.uk

Marco do teatro político brasileiro, Namíbia, Não! será encenada em Londres

Será encenada pela primeira vez em Londres, no dia 29 de junho, no Soho Theatre, o premiado espetáculo brasileiro “Namíbia, Não!”, considerado um marco da dramaturgia politica do Brasil. No Brasil, a produção teve direção de Lázaro Ramos e foi assistida por mais de 100 mil espectadores, passando por 10 estados. Para comprar ingressos, clique aqui.

Ouca na RBG:
A jornalista Livia Rangel entrevista o diretor teatral Almiro Andrade

O texto - escrito pelo ator baiano Aldri Anunciação, vencedor do Prêmio Jabuti 2013 - foi traduzido para o inglês pelo ator e dramaturgo Almiro Andrade (King's College London) que também assina a direção da montagem na Inglaterra. O novo elenco é formado pelos renomados atores Femi Oyeniran (“Kidulthood” e “Adulthood”) e Anyebe Godwin (“Autopsy: Last Hours of Notorious B.I.G Sean Smith”).

Sinopse
Em 2016, o Governo brasileiro decreta uma Medida Provisória obrigando que todos os de ‘melanina acentuada’ sejam capturados e enviados imediatamente à África, provocando, em pleno século XXI, o revés da diáspora vivida pelo povo africano do Brasil escravocrata. A medida é uma ação de reparação social aos danos causados pela União. Mas, para não incorrer no crime de “Invasão a Domicílio”, eles só podem ser capturados na rua. Assim, André e Antônio passam o dia trancados no apartamento, debatendo as questões sociais e econômicas da vida atual, seus anseios pessoais e as consequências de um iminente retorno à África-mãe.

Sem tratar do racismo diretamente, o espetáculo induz o espectador a pensar sobre na medida em que acompanha o drama dos primos e o seu debate acerca da possibilidade de voltar para a África.

Em 2014, o texto foi traduzido para o alemão pelo prof. Dr. Henry Thorau e publicado pela editora Fischer Theater Verlag. O Prof. Dr. Henry Thorau publicou, ainda, artigo em português no qual defende que “Namibia, Não!” é um marco na dramaturgia brasileira ao reinventar o teatro político no Brasil.

:: Namíbia, Não!
Quando: Quarta, 29 de Junho, 4PM
Quanto: os tickets serão vendidos no esquema “pague quanto puder”. Sugerimos o mínimo de £5.
Onde: Soho Theatre - 21 Dean Street, London, W1D 3NE - View Map

Após vencer Grammy, Tulipa Ruiz anuncia retorno a Londres

Uma das artistas mais interessantes da nova música brasileira, a cantora e compositora paulista Tulipa Ruiz retorna à capital britânica na quinta-feira, dia 08 de setembro, e sobe mais uma vez ao palco do Rich Mix. Tulipa e sua ótima banda apresentam o show do premiado disco Dancê, vencedor do Grammy Latino de “Melhor Álbum Pop Brasileiro”. Abertura: DJ D.Vyzor. Os ingressos já estão disponíveis para venda e os preços variam entre 12 e 15 libras. (clique aqui, para adquirir) 

Veja mais:


Tulipa já esteve em Londres outras vezes tocando no Cargo (2011) e no Rich Mix (2014), espaços culturais do bairro boêmio de Shoreditch. Em 2016, ela traz na bagagem a experiência de quem já tocou em barzinho, viu a carreira surgir na cena independente, emplacou hits radiofônicos, cantou nos mais importantes palcos do Brasil, lançou três respeitados álbuns de estúdio (Efêmera, Tudo Tanto e Dancê), colaborou com ícones da música independente como Criolo e do pop como Lulu Santos, e segue na estrada excursionando pelos quatro cantos do mundo.

Uma das últimas novidades foi o lançamento, dia 20 de maio, do sucesso “Efêmera” numa versão em espanhol. O release da canção repaginada aconteceu durante a passagem da brasileira pelo México. “Sobre estreitar nossos laços e atravessar fronteiras: Prezadíssimos ouvintes, com vocês, Efímera, nossa Efêmera em espanhol”, escreveu Ruiz. (Para ouvir, clique aqui).

Ousada, divertida e teatral no palco, Tulipa é a mais completa artista feminina da sua geração. Em suas entrevistas e mensagens aos fans ela revela a personalidade de mulher forte e independente. Seu canto ora delicado, ora visceral, deixa marca com seus famosos falsetes agudos. Em suas canções modernas - boa parte delas produzidas com o auxílio precioso do irmão e guitarrista Gustavo Ruiz – Tulipa nos presenteia com seu universo particular, urbano e feminino.

NAO PERCA!
Tulipa Ruiz – Dancê
Abertura: DJ D.Vyzor
Thursday 8 September, 8pm
Rich Mix (35-47 Bethnal Green Rd - London - E1 6LA)
020 7613 7498 | richmix.org.uk