Brazil in UK

Arte de Crânio em loja de Brick Lane, em Londres

De passagem por um dos maiores cartões postais "cult" da capital britânica, na rua Brick Lane, em East London, a equipe da Eleven Culture encontrou um colorido especial na parede de uma loja de artigos vintage: um índio azul, estampando uma faixa vermelha nos olhos, vestindo uma camisa da seleção brasileira. Não podia ser a arte de outra pessoa, senão do grafiteiro paulista auto-intitulado Crânio, que tem neste personagem sua marca registrada.

O artista de rua, conterrâneo dos famosos grafiteiros OsGêmeos, já mostrou seu trabalho em cidades como Los Angeles e São Paulo. Fã declarado de Salvador Dali, o artista vem aprimorando seu trabalho e técnica, inovando no contexto, mas sem perder o estilo próprio, sempre com uma boa dose de humor.

Veja também:
Criolo lança nova música para trilha do filme "Cidade Cinza" que denuncia a censura ao grafite em SP; confira 


Crítica com humor

Fabio "Crânio" Oliveira nasceu em 1982. O artista cresceu na zona norte de São Paulo e considera que o meio foi sua maior influência. Foi no ano de 1998 que Fabio começou a cobrir o cinza dos muros e, além de sprays, ele leva em sua mochila muita criatividade e bom humor.

DivulgaçãoÍndio azul de Cranio encheu de colorido muros de Londres

Os índios nasceram após a tentativa de encontrar um personagem com a cara do Brasil, e ele não poderia ter escolhido melhor! Com um toque azul e uma linha marcante, a figura brasileira está sempre em situações engraçadas que roubam olhares e ainda instigam o observador a pensar sobre questões contemporâneas como consumismo, identidade e meio ambiente. 

Crânio em ação na capital paulista (Foto: Arte Urbana SP)

Um dos comentários que define pontualmente este artista é de um colecionador britânico: “Cranio desenvolveu um estilo único e significante, além de um grupo de personagens que não são apenas vibrantes, mas também prazerosos de ser ver. Além disso, as imagens criadas por ele sempre passam uma mensagem e um conceito importante, que costumamos esquecer em nossas vidas e cotidianos. Esse conjunto de qualidades faz com que sua arte seja excelente de se apreciar e ótima para pensar e filosofar”.

Para saber mais sobre o artista, acesse: www.cranioartes.com