Cine & Mercado

Aconteceu nesta quinta-feira(10), a estreia do Amazon Film Fest, no RichMix Shoreditch, na vibe de muitos eventos com temáticas brasileiras, que dominaram Londres nos últimos meses em decorrência da exposição do Brasil pela Copa do Mundo 2014.

Leia também

Doc revela histórias dos atores por trás de 'Cidade de Deus
Produtor de 'Tatuagem' fala sobre os bastidores do filme 

O panaroma do evento é voltado a apresentar filmes da região da Amazônia, o Amazon Film Fest foi o segundo evento de cinema brasileiro esse ano a ser ambientado na Inglaterra. Lembrando que o Infinitto - Brazilian Film Festival of London aconteceu em maio desse ano e também teve cobertura desta coluna. 

Livre iniciativa
A iniciativa de produção desse festival surgiu da parceria entre Renata Peppl e Vanessa Gabriel-Robinson e não contou com nenhuma ajuda institucional brasileira. O cinema RichMix tinha a disponibilidade do espaço e as produtoras arrecadaram uma quantidade de fundos via o Indiegogo, website que disponibiliza a possibilidade do crowdfunding.

Com essa essa garra nasce a iniciativa de um recorte da cinematografia brasileira, voltada para uma região que tenta um lugar ao sol diante de sua humilde produção se comparada ao resto do Brasil.

Mostra de cinema
A seleção dos longas metragens exibidos nesta quinta, contou com dois documentário imperdíveis e esclarecedores da historia daquela região. 'Brega S/A', de Vladimir Cunha e Gustavo Godinho mostra a cena produtiva e fenômeno do neo brega do Pará, suas tantas vertentes e a industria 'pirata' que mantém viva e pulsante essa cultura musical que já influencia o resto do Brasil.

E na seqüência 'As Filhas de Chiquita' de Priscilla Brasil, que documenta o conflito entre o sagrado e o profano no Círio de Nazaré - tradicional festa religiosa em Belém do Pará. Filme que antes de virar um média nasceu como um curta metragem e fez parte de uma seleção de sete curtas que tinham por tema os sete pecados capitais nas capitais, onde o filme de Priscilla representou a "Soberba".

Como alguns sabem, também sou produtor audiovisual, e meu primeiro curta documentário como diretor também foi selecionado para fazer parte deste projeto de curtas, porém o tema que abordei foi a "Luxúria" e o assunto o turismo sexual, em Salvador. Quem quiser conferir pode assistir aqui.  

Voltando para o Amazon Festival, ambos filmes do primeiro dia da mostra contaram com a assinatura de Priscilla Brasil, Brega S/A, como produtora executiva, e 'As Filhas da Chiquita' como diretora. Cineasta paraense, que exerce enorme influência na região, Priscilla é também responsável pelos projetos visuais da cantora Gaby Amarantos, além de sua sócia numa produtora de cinema e empresária.

O Festival segue com programação nessa sexta-feira, com mais três longas documentários e dois curtas, um de animação, tendo como temática as mazelas dos povos indígenas, a questão política e os conflitos sociais pelas disputas de terras, no Norte do Brasil. O evento encerra neste sábado.

Confira a programação completa aqui.