Cultura e Arte

Rita Lee e Laerte lançam livro de contos ilustrados com muito humor

 
 
A mãe do rock brasileiro Rita Lee se juntou ao renomado ilustrador Laerte para lançar mais um livro de contos. "Storynhas" apresenta 76 histórias, que mostram diversas críticas com humor, como por exemplo a história da Foxy Lady, a Lady Cafa e ainda a Passarinha.
 
Com 96 páginas, o livro lançado pela Companhia das Letras traz ilustrações de Laerte e tem o preço sugerido de R$ 33,00.
 
A Obra traz também pequenas histórias que a cantora escreveu em seu Twitter, rede social em que Rita costuma causar frisson entre os fãs, além de algumas outras criações.

O primeiro livro que a cantora escreveu foi "Dr. Alex", em 1986, que contou com uma sequência de mais três volumes.

Leia Passarinha que integra "Storynhas", abaixo:

 

Brasil está fora do Globo de Ouro 2014; veja lista completa de filmes indicados

Divulgação/FOX FilmesMichael Fassbender, Lupita Nyong"o e Chiwetel Ejiofor em cena de "12 Years a Slave",
do cineasta britânico Steve McQueen

O anúncio dos indicados ao Globo de Ouro foi feito na última quinta-feira, no Beverly Hilton Hotel, em Los Angeles, pelos atores Olivia Wilde, Zoe Saldana e Aziz Ansari. A premiação, como sabem, é um dos principais termômetros para o Oscar - considerado a maior premiação da indústria cinematográfica mundial.

DivulgaçãoCena de "Trapaça" de David O. Russel

O drama "12 Anos de Escravidão", de Steve McQueen, repetiu o bom desempenho no SAG Awards (o sindicato de atores dos EUA), divulgado na quarta-feira (11), e liderou também a lista de indicações ao Globo de Ouro 2014 com sete nomeações. "Trapaça", novo filme de David O. Russel, concorre ao mesmo total de prêmios. 

Nenhuma produção brasileira concorre ao Globo de Ouro. Na categoria Melhor Filme estrangeiro foram indicados: "Vidas ao Vento" (Japão), "Azul É a Cor Mais Quente" (França), vencedor da Palma de Ouro em Canes, "A Grande Beleza" (Itália), "O Passado" (Irã) e "A Caça". (Dinamarca)

Confira a lista completa de indicações ao Globo de Ouro:

  • Melhor filme de drama

"12 Anos de Escravidão"
"Capitão Phillips"
"Gravidade"
"Philomena"
"Rush: No Limite da Emoção" 

  • Melhor filme de comédia/musical

"Trapaça" 
"Ela"
"Balada de um Homem Comum" 
"Nebraska"
"O Lobo de Wall Street"

  • Melhor direção

Alfonso Cuarón, por "Gravidade"
Paul Greengrass, por "Capitão Phillips"
Steve McQueen, por "12 Anos de Escravidão"
Alexander Payne, por "Nebraska"
David O. Russell, "Trapaça"

  • Melhor roteiro

John Ridley, por "12 Anos de Escravidão" 
Spike Jonze, por "Ela"
Bob Nelson, por "Nebraska"
Jeff Pope Steve, por "Philomena"
David O. Russell, por "Trapaça"

  • Melhor atriz de drama

Cate Blanchett, por "Blue Jasmine"
Sandra Bullock, por "Gravidade"
Judi Dench, por "Philomena"
Emma Thompson, por "Walt nos Bastidores de Mary Poppins"
Kate Winslet, Labour Day

  • Melhor atriz de comédia/musical

Amy Adams, por "Trapaça"
Julie Deply, por "Antes da Meia-Noite"
Greta Gerwig, por "Frances Ha"
Meryl Streep, por "Álbum de Família"
Julia Louis-Dreyfus, "À Procura do Amor"

  • Melhor ator de drama

Chiwetel Ejiofor, por "12 Anos de Escravidão"
Idris Elba, por "Mandela: Long Walk to Freedom"
Tom Hanks, por "Capitão Phillips"
Matthew McConaughey, por "Dallas Buyers Club"
Robert Redford, por "All Is Lost"

  • Melhor ator de comédia/musical

Christian Bale, por "Trapaça"
Bruce Dern, por "Nebraska"
Leonardo DiCaprio, por "O Lobo de Wall Street"
Oscar Isaac, por "Balada de um Homem Comum"
Joaquin Phoenix, por "Ela"

  • Melhor atriz coadjuvante

Sally Hawkins, "Blue Jasmine"
Jennifer Lawrence, por "Trapaça"
Lupita Nyong'o, por "12 Anos de Escravidão"
Julia Roberts - "Álbum de Família"
June Squibb, por "Nebraska"

  • Melhor ator coadjuvante

Barkhad Abi, por "Capitão Phillips"
Daniel Brühl, por "Rush"
Bradley Cooper, por "Trapaça"
Michael Fassbender, por "12 Anos de Escravidão"
Jared Leto, por "Dallas Buyers Club"

  • Melhor animação

"Os Croods"
"Frozen - Uma Aventura Congelante"
"Meu Malvado Favorito 2"

  • Melhor filme estrangeiro

"Vidas ao Vento" (Japão)
"Azul É a Cor Mais Quente" (França)
"A Grande Beleza" (Itália)
"O Passado" (Irã)
"A Caça" (Dinamarca)

  • Melhor trilha sonora

"All Is Lost"
"Mandela: Long Walk to Freedom"
"Gravidade"
"A Menina Que Roubava Livros"
"12 Anos de Escravidão"

  • Melhor canção original

"Please Mr. Kennedy", de Ed Rush, George Cromarty, T Bone Burnett, Justin Timberlake, Joel Coen e Ethan Coen ("Balada de Um Homem Comum")
"Let It Go", de Kristen Anderson Lopez e Robert Lopez ("Frozen - Uma Aventura Congelante")
"Atlas", de Chris Martin/Coldplay ("Jogos Vorazes: Em Chamas")
"Ordinary Love", de U2 ("Mandela: Long Walk to Freedom")
"Sweeter Then Fiction", de Taylor Swift ("One Chance")

Rodrigo Santoro (Xerxes) se transforma em um Deus na sequência do filme "300"; assista ao trailer

Divulgação
Nesta segunda-feira (16), foi divulgado o novo trailer do filme "300 - A Ascensão do Império" (Warner). A megaprodução é sequência de "300", lançado em 2006. Dirigido por Noam Murro, o longa tem estreia prevista para o dia 7 de março de 2014 no Brasil.

Neste segundo filme, o motivo da ira do rei Xerxes (Rodrigo Santoro) contra os gregos é explicado e a trama acontece paralelamente à Batalha das Termópilas, retratada no primeiro filme.

Divulgação
O rei persa luta ao lado de Artemísia (Eva Green), uma vingativa comandante da marinha persa, contra Themistokles (Sullivan Stapleton).

A aventura de ação conta ainda com Lena Headey, que repete seu papel da rainha espartana Gorgo do primeiro filme, e Hans Matheson ("Fúria de Titãs") como Aeskylos.

DivulgaçãoO filme é baseado nos quadrinhos Xerxes, de Frank Miller. A sequência traz a transformação do personagem brasileiro em um deus.

Veja o trailer legendado:

Os Monty Python estão de volta! Grupo humorista inglês anuncia apresentação de reencontro

Um dos mais influentes grupos de comédia do mundo, o Monty Python, vai se reunir para uma apresentação, para alegria geral da nação de fãs. Terry Jones confirmou à BBC que ele, John Cleese, Eric Idle, Terry Gilliam e Michael Palin estão “preparando um show”. Os cinco membros sobreviventes da trupe darão detalhes sobre a boa nova, em coletiva de imprensa nesta quinta-feira, em Londres.

Jones revelou a novidade, sem perder a piada, é claro: “Estamos nos encontrando e montando um show, é verdade. Estou bem animado. Espero que isso renda muito dinheiro. Espero conseguir pagar minha hipoteca!”

Idle também confirmou a coletiva, com duas postagens no Twitter: “Apenas três dias até a coletiva de imprensa do Python. Alerte os fãs sobre a chegada do grande evento”. E ainda, “Reunião do Python nesta manhã. Não posso esperar. A coletiva de quinta aparentemente será transmitida ao vivo pela Sky News. Eu passo pra vocês a URL.”

Humor inglês
Junto com Graham Chapman, que morreu de câncer em 1989, os cinco começaram com um programa de TV exibido na BBC entre 1969 e 1974, o “Monty Python Flying Circus”. Com o sucesso do programa, fizeram também turnês, musicais, livros e os filmes “Monty Python - Em Busca do Cálice Sagrado” (1975), “A Vida de Brian” (1979) e “O Sentido da Vida” (1983).

Os cinco membros sobreviventes do grupo não se apresentaram juntos no palco desde um festival de humor nos EUA, em 1998. Eles se reencontraram, sem apresentar esquetes, na abertura de “Spamalot”, o musical de Eric Idle inspirado no filme “Monty Python em busca do cálice sagrado”, em 2005 (que você pode assistir na íntegra abaixo).



Chica Carelli brilha em Leitura Dramática de Por Que Hecuba


O público que compareceu, na noite de quinta-feira, ao Teatro Vila Velha, em Salvador (BA), acompanhou a leitura dramática de Por Que Hecuba, texto do dramaturgo romeno Matei Visniec, inédito no Brasil.

Visniec estava misturado ao público e demonstrou muito interesse em cada detalhe da apresentação dirigida por Márcio Meirelles. Visniec revelou que, para ele, o espetáculo já está pronto e liberou os direitos para a montagem na Bahia. O espaço do Teatro Vila Velha impressionou o dramaturgo. 

Entretanto, o destaque da noite ficou por conta da atriz e diretora Chica Carelli. No centro da encenação, Carelli assumiu o papel de Hecuba, e contagiou o público com uma leitura densa e espirituosa do texto. Um show de interpretação. Os membros da universidade LIVRE de teatro vila velha comemoraram, ao final do espetáculo, felizes com o resultado e com a presença do autor ao vivo e em cores. Visniec brindou a todos com bombons de chocolate belga.