Mapa de Editais

Concurso de fotografia dará prêmios de US$ 10 mil; inscrições abertas

Fotógrafos amadores e profissionais podem participar de um concurso com um prêmio de US$10.000. O International Photography Award organiza sua competição anual com 11 categorias profissionais: publicidade, arquitetura, perspectiva mais profunda, editorial, evento, livro de fotografia, arte, imagem em movimento, natureza, gente e especial (fotografia noturna e imagens retocadas digitalmente).

O vencedor de cada categoria vai competir pelo prêmio em dinheiro e o título "Fotógrafo Internacional do Ano". Os vencedores estudantess e amadores em categorias não-profissionais vão competir pelo título "Descoberta do Ano", uma estatueta e um prêmio em dinheiro de US$5.000.

Uma seleção de 45 imagens dos trabalhos vencedores será apresentada em uma exposição em Nova York.

As taxas de inscrição variam de US$25 a US$60, com desconto para inscrições enviadas até 30 de abril. Para mais informações (em inglês), clique aqui.

Via ijnet.org

MinC cria nova Secretaria de Educação e Formação Artística e Cultural


O Ministério da Cultura (MinC) está criando a Secretaria de Educação e Formação Artística e Cultural (Sefac). Quem assume a nova área é Juana Nunes, que coordenava esta pauta na Diretoria de Educação e Comunicação para a Cultura, da Secretaria de Políticas Culturais (SPC).
 
A Sefac nasce conectada com o desafio proposto pela presidenta Dilma Rousseff de uma "Pátria Educadora" (lema do governo federal a partir deste ano) e atenta à importância da inserção das práticas e saberes culturais nos processos educativos, como um caminho para a qualificação e a ampliação do repertório cultural de crianças e jovens de todo país e garantia de seus direitos culturais.
  
A nova secretaria consolida e amplia programas e ações já existentes no Ministério da Cultura. Desde 2011, são desenvolvidas, em parceria com o Ministério da Educação, iniciativas para as instituições públicas de ensino, como os Programas Mais Cultura nas Escolas, Mais Cultura nas Universidades e Pronatec Cultura. A Sefac também abrigará a pauta de formação e qualificação artística e cultural.
 
Com essas ações, o Ministério da Cultura reconhece a importância estratégica de ações intersetoriais para alcançar a democratização do conhecimento, a universalização do acesso à cultura e o desenvolvimento de uma sensibilidade estética crítica, comprometida com a diversidade cultural do país.
 
O maior objetivo da Secretaria será o desenvolvimento do Programa Nacional de Formação Artística e Cultural. A meta é fomentar o diálogo entre as diversas práticas culturais, populares e tradicionais, e a educação formal. Serão três frentes de atuação:
    • formação de gestores e agentes culturais;
    • formação artística e profissional;
    • consolidação de uma política cultural voltada para instituições públicas de ensino.

A economia em todas as áreas da cultura 

Na nova estrutura proposta, a pauta da Economia da Cultura será reforçada em seu caráter estratégico e efetivamente transversal, criando condições para sua presença em todas as secretarias e vinculadas

A pauta da economia foi inaugurada no Ministério da Cultura em 2006, com o ministro Gilberto Gil e o então secretário-executivo Juca Ferreira. O Programa de Desenvolvimento da Economia da Cultura (Prodec) surgiu com o objetivo de difundir em todo o Ministério o olhar para economia da cultura, em vista da importância da cultura na sociedade de serviços, na geração de emprego e renda, na produção, comercialização e consumo dos bens e serviços culturais e na centralidade do desenvolvimento econômico e social. 
 
O Ministério da Cultura reafirma seu compromisso com o fortalecimento da pauta das muitas economias da cultura. Retoma-se o conceito mais amplo de economia da cultura para as políticas públicas e se reafirma o potencial da cultura na concepção e no desenvolvimento de outras economias.
 
A Secretaria de Políticas Culturais (SPC), responsável pela coordenação programática do ministério, assume a coordenação da pauta da economia, de modo a zelar pelo seu cumprimento, por meio de políticas, programas, ações e projetos, em todas as secretarias e vinculadas do MinC. Haverá continuidade, aperfeiçoamento e ampliação de todos os programas e projetos em curso e voltados para a economia da cultura, avançando em sua maior institucionalização no sistema MinC.
 
Além disso, o ministério se compromete a aprofundar o debate da participação da cultura na economia, através da publicação da "conta satélite", estudos, pesquisas, indicadores e ações concretas que projetem economicamente o campo da cultura no cenário nacional e internacional. 
 
Comissão Nacional
 
O Ministério da Cultura anuncia ainda a criação de uma Comissão Nacional de Economia da Cultura, com participação do governo e da sociedade civil, para debate e construção coletiva da agenda de cultura e desenvolvimento. Para tratar do assunto, foi iniciada uma parceria importante entre o MinC e a Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República, de modo a incorporar na centralidade da agenda política governamental os assuntos relativos à economia da cultura e economia criativa. 
 
A diversidade cultural mantém-se como pilar para as políticas públicas voltadas ao desenvolvimento da economia da cultura em todo o território nacional. As experiências de participação produtiva, inovação, sustentabilidade e organização advindas das mais variadas práticas culturais continuarão sendo importantes insumos para a construção de um novo modelo de desenvolvimento nacional, mais humano e plural.
 

Fonte: MinC

ONU oferece bolsas para jornalistas cobrirem Assembleia Geral em NY

Jornalistas aguardam pronunciamento diplomático na sede das Nações Unidas. Foto: ONU/Paulo Filgueiras

Fundo Dag Hammarskjöld para Jornalistas está com inscrições abertas até 16 de março de 2015 para o programa de bolsas para a cobertura da 70ª sessão da Assembleia Geral.

Podem se inscrever jornalistas profissionais, de países em desenvolvimento da África, Ásia-Pacífico, América do Sul e Caribe. É necessário ter de 25 a 35 anos e estar trabalhando período integral em organizações de mídia em rádio, TV, impresso ou web. A bolsa cobre os custos de transporte, alimentação e hospedagem em Nova York no período de setembro a novembro.

Os candidatos devem demonstrar interesse e comprometimento com questões internacionais e transmitir um melhor entendimento das Nações Unidas a seus leitores e espectadores. Também devem ter aprovação de seus veículos de imprensa para passar três meses em Nova York para enviar reportagens das Nações Unidas.

Quatro jornalistas são selecionados por ano e a eles é oferecida a oportunidade de observar as deliberações da diplomacia internacional nas Nações Unidas, fazer contatos profissionais úteis para o futuro, interagir com jornalistas de outros lugares do mundo e ampliar a perspectiva e o entendimento sobre as questões que preocupam o mundo.

Saiba mais em: www.unjournalismfellowship.org.  Dúvidas sobre o programa podem ser enviadas para o email  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Instituto Sacatar no Brasil abre candidaturas de Bolsas para Residências Artísticas

Artistas de todas as disciplinas, idades e nacionalidades podem se inscrever para residência em Itaparica/Bahia. O INSTITUTO SACATAR reembolsa o custo da passagem aérea a Salvador, Bahia, Brasil, e oferece hospedagem com suite privativo, um estúdio separado, a maioria das refeições e apoio logístico durante os dois meses da residência. As inscrições podem ser feitas por meio do www.sacatar.slideroom.com

Para iniciar uma inscrição é preciso cadastrar no sistema do slideroom. O cadastro inicial é feito em inglês, mas a inscrição em si pode ser feita em inglês ou português. Para quem não domina o inglês, há instruções para se cadastrar no www.sacatar.org, na seção INSCRICAO.

O INSTITUTO SACATAR dirige um programa internacional de residência para artistas na sua sede na Ilha de Itaparica, que fica na Baía de Todos os Santos na região metropolitana de Salvador, Bahia, Brasil. O Instituto Sacatar é membro da Res Artis, the worldwide network of artist residencies,www.resartis.org, e da Alliance of Artists Communities,www.artistcommunities.org.

Para mais informações: www.sacatar.org / O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .
Prazo: 15 de abril.