Música

Sala de controle do estúdio de gravação do Ilê Aiyê, em Salvador, Bahia

O dia 11 de outubro de 2013 vai ficar marcado na história do histórico bloco afro baiano Ilê Aiyê. Foi nesta data que aconteceu a esperada inauguração do seu estúdio de gravação, um projeto que vinha sendo desenhado há seis anos, como parte da comemoração dos 40 anos da entidade.

O evento para convidados aconteceu no próprio estúdio, situado na Senzala do Barro Preto, no bairro da Liberdade, em Salvador, Bahia.

A noite de festa contou com participação da diretoria do bloco e de artistas como a atriz Maria Menezes, os cantores Fábio Cascadura, Roy (O Círculo), Natinho do Congo (Os Negões), Will Carvalho, entre outros, além de pocket shows com a Band´Aiyê e a banda Diego Orrico and The Blue Bullets, que comandou uma jam com diversos músicos locais.

Segundo  Antonio Carlos “Vovô”, presidente do bloco, o estúdio representa um marco na história do Ilê Aiyê por ser um sonho antigo da entidade. Para realizá-lo, o Ilê contou com o patrocínio das empresas Vivo e Brahma e do Governo do Estado da Bahia através do Fazcultura.

O projeto cultural foi administrado pela Caderno 2 Produções, cabendo a Audium – Audio e Acústica a responsabilidade pelo projeto acústico.

Além disso, o acompanhamento técnico ficou a cargo do norte-americano Brian Knave, especialista em tecnologia de microfones, mesas de som e técnicas de gravação, bem como na implantação de estúdios musicais: foi consultor, por exemplo, na construção dos estúdios de Marisa Monte, Carlinhos Brown e Durval Lelis, entre outros artistas.

Veja o vídeo registrado pela equipe da Eleven Culture na festa de inauguração: