Música

Morreu na manhã deste domingo (5), em São Paulo, o cantor Nelson Ned. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde de São Paulo. O corpo do artista foi velado pela tarde no cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, Grande São Paulo. 

Nelson Ned estava internado no Hospital Regional de Cotia desde ontem à tarde. Segundo a secretaria, ele foi internado em estado grave de pneumonia. Em 2003, ele sofreu um acidente vascular cerebral e, desde então, morava em uma clínica de repouso em São Paulo.

Nascido em 1947, na cidade de Ubá (MG), o cantor iria completar 67 anos no dia 2 de março. Um dos maiores sucessos de sua carreira é a canção Tudo Passará, lançada em 1969.

Carreira

Com 32 discos gravados em português e espanhol, e mais de 45 milhões de cópias vendidas, Ned cantou no Carnegie Hall e no Madison Square Garden, ambos em Nova York. Ele se converteu nos anos 90 à religião evangélica e, desde então, cantava músicas gospel. Em 1996, lançou a biografia "O pequeno gigante da canção", que fazia referência à sua altura, de 1,12m. O hit "Tudo passará” era sua faixa predileta.

Principais discos:

1960 - "Eu sonhei que tu estavas tão linda/Prelúdio à volta"
1969 - "Tudo passará"
1970 - "Nelson Ned"
1979 - "Meu jeito de amar"
1992 - "Penso em você"
1993 - "El romantico de América"
1997 - "Jesus está voltando"
1998 - "Seleção de ouro/20 sucessos"
1999 - "Os melhores tangos e boleros"
1999 - "Tudo passará/Meu jeito de amar"