Música

De 09 a 15 de maio, a capital goiana sedia a 18a edição do tradicional festival Bananada, com shows de produções brasileiras e internacionais. 75 atrações invadem os dois super palcos montados no Centro Cultural Oscar Niemeyer, além de shows em casas noturnas e teatros de Goiânia.

Leia mais:


Em paralelo a extensa programação musical (confira o line up completo no site oficial), o Bananada também promove artes visuais, esportes radicais, gastronomia, tatuagens, skate e produções audiovisuais, em sete dias contínuos de evento. E tem surpresa boa chegando aos fans do festival que moram no exterior.

Na última sexta, conversei com Fabrício Nobre, produtor e curador do festival, no programa Novos Sons do Brasil da Rádio RBG - Londres (ouça o programa no áudio abaixo). Na entrevista, ele revelou que o Bananada vai atravessar o oceano com edições pocket do evento na bagagem, a serem realizadas nas cidades de Lisboa, Porto e Barcelona, em parceria com o Festival do Sol de Natal.

“Esse ano o Bananada, em parceria com o Festival do Sol, tem uma ação especial. Nós fazemos fazer pela primeira vez, showcases do Bananada, numa mini-edição deles na Europa. Vão ser dois dias de festival no Music Box, em Lisboa, e no Cave 45, no Porto, e ainda dois showcases no "Primavera Pro", dentro do festival Primavera Sounds, em Barcelona (que acontece de 02 a 04 de junho). A gente vai com as bandas Water Rats, Inky, O Terno e Aldo, The Band”, revela Nobre.

Bananada 2016
No Brasil, sobem ao palco do Bananada esse ano atrações de peso: Jorge Ben Jor e Planet Hemp, tocando ao lado de novos expoentes da MPB, como Liniker e Juçara Marçal, além de bandas gringas tais quais The Helio Sequence (EUA) e Riviera Gaz (SP/EUA), com membros do Forgotten Boys e Sonic Youth, e o cantor Matias Cela (Chile). E ainda, como não poderia faltar ao DNA do evento, bons nomes da cena rocker local e nacional, como Hell Benders, Carne Doce e Autoramas, entre outros. 

Ouça o programa "Novos Sons do Brasil" e a entrevista completa sobre o Bananada 2016: