Música

De acordo com artigo do site Bem Paraná, na tarde desta quarta-feira (11), uma equipe formada por especialistas em resgate em montanha e bombeiros, com a ajuda do helicóptero Águia, da Polícia Militar, encontraram o corpo do músico curitibano Felipe Maciel, conhecido como Kojake de 32 anos. O corpo foi localizado no alto do Rio da Prata, na zona rural de Joinville.

Felipe entrou sozinho numa trilha na mata na manhã de terça-feira (10) e não voltou mais. Além de DJ, Kojake era baixista da banda Stereo 33. 

Felipe Kojake era baixista da banda Stereo 33

Segundo a Polícia Militar, o corpo está caído nas pedras numa cachoeira com mais de 30 metros de altura, numa região de difícil acesso no meio da mata. O resgate do corpo deve ser feito ainda na tarde desta quarta-feira. Familiares reconheceram o carro de Felipe estacionado a menos de dez metros do rio. 

Em entrevista à RBS, Valdir Bartz, dono da propriedade onde funciona o Recanto das Nascente Divinas, com uma pousada e um camping, no final da estrada, Felipe chegou por volta das 10 horas da manhã de terça-feira, pediu para entrar e tomar banho na cachoeira.

Ainda não é possível afirmar o que provocou a morte do rapaz. Nas redes sociais, a comoção com a morte do músico é grande, amigos lamentaram a morte e mandam condolências para a família.

Confira trecho da nota divulgada pela banda Stereo 33:

"Tudo muito rápido. Pedimos desculpas se tivemos que reagir rapidamente, também.
Com grande tristeza, a Stereo33 informa que nosso amigo e integrante baixista Kojake faleceu nesta última terça-feira.
Pedimos a todos os amigos pensamentos positivos e suporte à família.
Local e horários do velório ainda não foram definidos. Assim que sejam confirmados, informaremos nesta página".