Música

Vídeo: Pitty comenta a chegada de seu primeiro livro, Cronografia

A cantora Pitty é um dos nomes mais importantes do rock nacional, mas também é conhecida por sua diversidade artística, passeando por outros ritmos, dialogando com artistas de outros gêneros e criando projetos paralelos.

A cantora, que acaba de lançar o álbum Setevidas, parte para uma nova empreitada em sua carreira e lança seu primeiro livro. Cronografia é uma biografia visual que relembra a trajetória da cantora, com imagens feitas por grandes fotógrafos brasileiros, como Caroline Bittencourt, Otavio Sousa, Rui Mendes, Sora Maia e Jorge Bispo, além de imagens de arquivo pessoal e autorretratos.

Nesta entrevista ao SaraivaConteúdo, Pitty revela como foi o processo de criação da obra, sua relação com a fotografia e como ela se vê a partir dos olhos de outros artistas.


 

Pop psicodélico: percussionista Michelle Abu acerta na estreia de álbum solo

Michele Abu pelas lentes do irmão Fábio Abu

Uma das mais requisitadas percussionistas/bateristas da cena brasileira, já tendo trabalhado com Lobão, Ira!, Elza Soares, Baby do Brasil e ainda no projeto A Curva da Cintura (Arnaldo Antunes, Edgar Scandurra e Toumani Diabaté), Michelle Abu acaba de soltar seu primeiro disco solo, #1.

Leia também:

Entre as 10 ótimas faixas, cheias de climas e letras feministas e existencialistas, Abu passeia com facilidade pela psicodelia, ska, funk e indie rock, sem esquecer das raízes afro-brasileiras. Uma bela surpresa!

O arranque foi dado pelo single 'Classificados', uma parceria da musicista com Kléber Albuquerque, onde ela mostra sua verve roqueira nas baquetas, dialogando com as guitarras distorcidas do produtor do disco, Cássio Calazans, em contraste à sua voz doce, feminina.

Além de Kléber, que divide com Michelle a autoria da psicodélica 'Leve seu cão (pra pensar)', há outros convidados no CD. Scandurra empresta seu talento explosivo para 'Desespero', composição de outro baiano, Luciano Silva, enquanto Arnaldo Antunes é parceiro da baterista na faixa 'Gangorra'. Cássio contribui com 'Igual', que tem a voz de Taciana Barros, e divide com MC tio Fresh e Michelle o ska 'Cidade Cinza'. Com Tito Bahiense nasceu a parceria de 'Ponto final' e as três canções restantes são assinadas por Michelle. 'Ser de ninguém', em que Candy Nunes participa, 'Cada segundo', que flerta com surf music, e 'Filha de pai' onde ela mescla a ascendência com a técnica que adquiriu conduzindo o tempero baiano com um compasso 7/4 nervoso.   

Mulheres na 'cozinha'
Michelle integra um seleto time de percussionistas que emigraram da Bahia, em prol da música. Entre elas estão as renomadas ex-percussionistas da cantora Cássia Eller, a luthier Tamima Brasil, que atualmente coordena, ao lado de Yago Avelar, a Orquestra de Pandeiros Itapuã, e a também cantora e compositora Lan Lan, que segue com o projeto Moinho (que acaba de lançar o CD Éolo), ao lado de Emanuele Araújo, além de gravar discos solo. A musa do rock nacional, Pitty, também escreveu sua história como baterista, integrando a banda de rock Shes, nos anos 90, em Salvador.   

Sem mais delongas, vamos ouvir a íntegra de #1, primeiro álbum solo de Michele Abu:

Ouça primeira canção do novo disco de Tiê, 'A Noite'

A cantora e compositora paulista Tiê, um dos nomes mais ouvidos da nova MPB, está se preparando para lançar seu terceiro álbum de carreira, Esmeraldas. E no que depender do primeiro single, 'A Noite', vem aí mais um disco romântico e autobiográfico.

Confira 'A Noite':

'A Noite' (Giuseppe Anastasi/Versão: Tiê, Adriano Cintra, André Whoong e Rita Wainer) 

Palavras não bastam, não dá pra entender
E esse medo que cresce não para,
é uma história que se complicou
e eu sei bem o porquê.

Qual é o peso da culpa que eu carrego nos braços,
me entorta as costas e me dá um cansaço
A maldade do tempo fez eu me afastar de você...

E quando chega a noite, e eu não consigo dormir
meu coração acelera e eu sozinha aqui
Eu mudo o lado da cama, eu ligo a televisão,
olhos nos olhos no espelho e o telefone na mão.

Pro tanto que eu te queria, o perto nunca bastava
e essa proximidade não dava
Me perdi no que era real e no que eu inventei
Reescrevi as memórias, deixei o cabelo crescer
e te dedico uma linda estória confessa:

Nem a maldade do tempo consegue me afastar de você.

Te contei tantos segredos que já não eram só meus
Rimas de um velho diário que nunca me pertenceu
Entre palavras não ditas, tantas palavras de amor
Essa paixão é antiga e o tempo nunca passou

E quando chega a noite, e eu não consigo dormir
meu coração acelera e eu sozinha aqui
Eu mudo o lado da cama, eu ligo a televisão
olhos nos olhos no espelho e o telefone na mão

Fernanda Takai lança clipe interativo; assista 'Seu Tipo' e participe

Conheça o clipe da cantora Fernanda Takai para a faixa ‘Seu Tipo’, do álbum recém-lançado Na Medida do Impossível. A criação e a produção do vídeo, propõe a troca real dos objetos em cena. A música é uma parceria bem sucedida entre Fernanda Takai e a cantora Pitty.

Na história, Fernanda Takai perambula pelo apartamento, à espera do namorado que nunca chega. Você é convidado a intervir no cenário, por meio da internet e celular, trocando os objetos em cena, em uma espécie de feira de trocas virtual.

Discos, livros, quadros, roupas, sapatos e até um skate ou uma guitarra podem ser adquiridos em troca de outro objeto. Basta clicar em sua imagem e iniciar o contato com o dono do item. Para aqueles que querem incluir seus itens no cenário a espera de uma oferta de troca, basta fotografá-los com o celular e disponibilizá-los na plataforma, juntamente com uma breve descrição e especificação do objetivo que quer em troca.

Alguns dos objetos são da própria Fernanda e vêm autografados, como o seu novo CD e livros, e podem ser adquiridos pelos fãs.

As trocas podem ser feitas pessoalmente ou pelos Correios, dependendo da preferência dos participantes da troca. A forma interativa do vídeo está disponível no canal do Natura Musical no Youtube. Nos demais canais de exibição, não haverá interação.

Assista ao vídeo de 'Seu Tipo' de Fernanda Takai:

Alice Caymmi assume lado mais romântico em segundo álbum; ouça Rainha dos Raios

Com uma super produção, com direito a orquestrações e letras românticas de artistas renomados como Caetano Veloso, Michael Sullivan, Gilberto Gil e Arto Lindsay, a cantora e compositora Alice Caymmi lançou nesta segunda-feira(15), seu segundo álbum, Rainha dos Raios (Joia Moderna).

Leia também:
Shows gratuitos, cortejos, exposições; veja como foram as homenagens aos 100 anos de Caymmi na Bahia

A neta de Dorival Caymmi, filha de Danilo Caymmi, conhecida pela personalidade autêntica e sua 'língua ferina', se aproxima da música eletrônica nesse novo trabalho produzido pelo carioca Diogo Strausz.   

Ouça no player abaixo, 'Rainha do Raios':