Música

Novo! Lucas Santtana divulga canção inédita com participação de músico dos Paralamas

Ícone da geração 00, o cantor e compositor Lucas Santtana acaba de soltar pela sua página do Facebook mais uma música inédita do seu próximo disco, que foi financiado pelos fãs do artista via crowdfunding. A faixa 'Partículas de Amor' tem a participação do baixista dos Paralamas do Sucesso, Bi Ribeiro. O álbum Sobre Noites e Dias será lançado pelo SoundCloud dia 12 de agosto.

"Fala galera!! Já ouviram uma das músicas do disco novo que sai dia 12/08? Vocês podem conferir “Partículas de Amor”", postou Lucas pela rede social Facebook.

Ouça 'Partículas de Amor':

(Lucas Santtana/Gui Amabis)

Lucas Santtana - voz, violão, cavaco, sinth e edição
Bi Ribeiro - baixo
Luis Felipe de Lima - violão de 7 cordas
Bruno Buarque - digital drums

Lambada com Farinha: conheça o novo videoclipe de Felipe Cordeiro

O novo videoclipe do paraense Felipe Cordeiro, da canção instrumental 'Lambada com Farinha', fez parte do projeto "Conexão Animação 2013". Concepção, direção e animação de Thomate; arte, animação e montagem por Rogério Shareid.

Confira!

Nova música baiana: BaianaSystem e Márcio Victor (Psirico) protagonizam encontro inédito no Pelourinho

 
BaianaSystem reuniu Márcio Victor (Psirico), MC Fael Primeiro e o grupo
A.MA.SSA, no Pelourinho. (Fotos: Amigo Imaginário) 

O grupo BaianaSystem é, atualmente, uma das maiores estrelas da nova música baiana, e a cada temporada vem buscando se reinventar, seja com a revitalização da guitarra baiana, suas máscaras tribais, o trio elétrico 'Navio Pirata' ou ainda um espetáculo multimídia com canções de protesto. O mesmo pode se dizer da banda de pagode baiano Psirico, que depois de renovar as batidas da chamada suingueira baiana, emplacou o hit popular 'Lepo Lepo', numa mistura de arrocha e sertanejo, durante o último Verão brasileiro.

Veja também:


Passados alguns meses após a Folia momesca, os dois fenômenos do Carnaval de Salvador se reencontraram. Mas agora não mais em trios elétricos, e sim no tradicional Largo Pedro Archanjo, no coração do Centro Histórico da capital baiana, o Pelourinho.

A trupe do BaianaSystem convidou o líder do Psirico, o cantor, compositor e renomado percussionista Márcio Victor (que já acompanhou Caetano Veloso e Marisa Monte) para juntos celebrarem a união da percussão com a cultura dos sound systems, no novo show intitulado BatuqueBox. O encontro aconteceu no último sábado (12). E a Eleven foi conferir.


Guitarrista Roberto Barreto com Márcio Victor (na percussão)

O BatuqueBox marca o retorno do Baiana ao Pelourinho e tinha como proposta “colocar o ritmo em primeiro plano, promovendo um diálogo entre a percussão orgânica (batuque) e a percussão eletrônica (box)”. Ao lado de Ícaro Sá e Japa System, o pagodeiro Márcio Victor comandou a noite explorando novas possibilidades sonoras e se misturando ao som do BaianaSystem. Além dele, o MC Fael Primeiro e A.MA.SSA também participaram do evento.

Com o Largo Pedro Archanjo lotado (capacidade para cerca de 2.000 pessoas), as músicas já conhecidas da banda fizeram o público pular, vibrar e cantar como se aquele momento fosse o último. A interação entre os músicos do Baiana com o “Psiriqueiro” fez com que Márcio Victor fosse ovacionado pelo público.

João Meirelles assume as programações no BaianaSystem

Diante da mistura inusitada, alguns fãs curiosos estavam esperando ouvir no palco os hits do Psirico como 'Lepo Lepo' ou 'Mulher Brasileira (Toda Boa)', mas o cantor preferiu matar saudades dos seus tempos na percussão. Márcio Victor sorriu, vibrou e comemorou a liberdade com que podia executar uma nova proposta musical, acompanhando a banda de dub, que é sempre seguida por uma legião de fãs fieis.

A mistura deu tão certo que, no dia seguinte, no domingo (13), durante participação no programa Esquenta (Rede Globo), Márcio Victor citou os conterrâneos em cadeia nacional. No bate-papo com a apresentadora Regina Casé, que o convidou para cantar seu 'Lepo Lepo' - uma das músicas mais cantadas durante a Copa do Mundo no Brasil -, eles falaram sobre o sucesso da canção e relembraram que o lançamento havia acontecido no programa. A apresentadora, então, afirmou: “Você vai vir lançar tudo aqui, porque a gente ama o Psirico, ama a Bahia e ama o Márcio Victor”. Como boas parcerias rendem frutos, Márcio arrematou: “Eu quero trazer o BaianaSystem aqui. É muito bom!” .

Veja vídeo, direto do público, com os melhores momentos da estreia do BatuqueBox no Pelourinho:

Festival de cinema descortina a cultura e os dilemas da Amazônia, em Londres



Em paralelo ao Joga Bola - festival que vem promovendo a música atual do Brasil, nos intervalos dos jogos da Copa do Mundo FIFA 2014 -, o badalado Rich Mix, em Shoreditch, Londres, também vai sediar o I Amazon Film Festival. A mostra de cinema acontece nos dias 10, 11 e 12 de julho, como parte das comemorações do mundial. Os ingressos individuais saem a £5 para adultos; já as sessões infantis são gratuitas. 

Veja também:


O evento, produzido pela ONG Instituto BR, vai apresentar produções que revelam as maravilhas e as mazelas de uma das mais admiradas e desconhecidas regiões do Brasil: a Amazônica. "Um lugar que atrai a curiosidade e a imaginação de pessoas em todo o planeta e, ainda assim, é um lugar que precisa desesperadamente de mais atenção e consciência", explicam os organizadores.

Veja o trailer do doc 'Toxic Amazon':

Os filmes têm como recorte a cultura, a sociedade e os dilemas da Amazônia. Durante os três dias de festival, uma série de longas-metragens, curtas, documentários, mostra de fotografias e animações serão apresentados ao público. Ainda estão previstos debates, workshop, exibições de arte e música, "introduzindo a verdadeira Amazônia para uma audiência estrangeira". Na sexta-feira(12), haverá uma festa com DJs tocando músicas de artistas nortenses brasileiros. 

"A Amazônia é um lugar que precisa desesperadamente
de mais atenção e consciência"


Made in Amazônia

O diretor Sérgio Carvalho, em entrevista publicada no site oficial do Festival, falou sobre o começo de um mercado para a produção audiovisual na região. "Nós estamos crescendo no Acre, por exemplo. Estamos tentando trabalhar como um coletivo e buscando desenvolver cada vez mais nossas habilidades para realizar um produto melhor para circular. Eu acho que 'Awara Nane Putane'' é um exemplo desse novo momento".

Confira o trailer da animação 'Awara Nane Putane':

Todos os filmes que integram a programação foram produzidos na região Norte do Brasil, com a participação de cineastas locais. Entres os destaques estão o documentário 'Alô, Alô Amazônia', de Gavin Andrews, a animação 'Awara Nane Putane', de Sérgio de Carvalho, o curta sobre a resistência dos Índios Mundurukus, de Nayana Fernandez, o filme 'Brega S/A', por Vlad Cunha e Gustavo Godinho, e 'Corumbiara', de Vicent Carelli, entre outros. 

"Talvez um dos filmes mais importantes do documentário brasileiro, 'Corumbiara' é um filme forte e emocionante ao mesmo tempo. Vicent Carelli é um dos profissionais mais admirados dessa área e que possui um trabalho admirável na defesa das comunidades indígenas", conta Vanessa Gabriel, diretora do Festival, sobre o filme que denuncia um massacre de indígenas na Gleba Corumbiara, no sul de Rondônia.

Veja o trailer do filme 'Brega S/A', que retrata de modo inusitado o movimento Tecnobrega:


CONFIRA PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO AMAZON FILM FESTIVAL:



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Banda Soulvenir agrada com belo álbum de estreia; conheça

Soulvenir

Nascida em 2010, na cidade de São Luís do Maranhão, a banda Soulvenir (ex-Souvenir), lança esse ano seu primeiro e ótimo álbum de estúdio, Galaxy Species, cheio de climas, sintetizadores e melancolia. Entre os singles estão as faixas 'Reach Out The Sun' e 'Pixel'Para os adeptos do download free, a banda disponibilizou o disco para baixar aqui.

Veja também:

O grupo formado por Adnon Soares (vocal, cordas e teclado), Domingos Thiago (guitarra, backing vocal e efeitos de percussão), Wilson Moreira (bateria), Marlon Silva (baixo, sintetizadores e backing) e Sandoval Filho (teclados e sintetizadores) passeia por sonoridades que vão do indie rock, ao rock eletrônico, eletro-folk e synthpop, em um álbum tão relaxante quanto viajante, e que agrada logo na primeira audição

Ouça íntegra de Galaxy Species do Soulvenir, abaixo: